sábado, fevereiro 24, 2007

Vida e Poesia



por carmenluciafossari

Minha vida em viagem etiquetada
Sob a mala que transporta
Mundo afora
Tantos mundos
De meu ser
Que já nem sei
Quando minhas mãos de espanto e surpresa
Retiram da bagagem
Mala aberta
Outros livros de poesias já nascidas
A bagagem de poemas já bem sei
Estão antes de ser e inda depois
Seguirão em viagem sem retorno
E noutras mãos e destinos seguirá
A mala com outras etiquetas de destino
Em deslocamento segue, um pouco de ausência,
Outro tanto de presença
Mais ainda de presente em futuro almejando
A rota da viagem vislumbrar
E, da poesia que emerge mala aberta
Um doce ar perfuma As palavras e nelas,
Embrulhadas em fina lamina
Roça ao sangue em gotas minha pele
Não sangra de meu ser mais que a sensação
De ver pouco a pouco a vida a esvair-se.
Detenho de aspirar doce perfume, do amor
Que muda todas as rotas
E faz eterna a nossa tão pequena rota
Debaixo da mala etiquetada
Que ora segue em seu destino de encontro

.Em 11 de fevereiro de 2007

2 comentários:

joão jacinto & poemas disse...

Vida e Poesia II


Esta grande viagem,
épico poema,
estes versos
e reversos
dos dias
em que me sinto
e me construo;
o sonho se confunde
e o medo se desvanece…

O mundo gira
o ritmo do meu coração
e eu adormeço
quando amanhece…

joão jacinto

joão jacinto & poemas disse...

Vida
irá substituir
Parabéns.
Deste modo irei felicitar
quem festeja
com entusiasmo
a vida.
O milagre continua!

Obrigado, Carmen!