domingo, julho 13, 2008

LISÍSTRATA OU A GREVE DO SEXO








Fotos de Lisístrata encerramento da OPT/DAC, SECARTE /UFSC
Leituras Dramatizadas
Serviço: ÉDIPO E LISÍSTRATA, CENAS (RE) LIDAS
Leitura Dramatizada dos momentos significativos de
Édipo Rei de Sófocles e A Greve do Sexo de Aristófanes,
com alunos da OFICINA PERMANENTE DE TEATRO



ELENCO:

Claudete Terezinha da Mata, Mariana Lapolli, Lúcia Amante,
Fernando Marcelo Silva, Emanuela Espíndola,
Gabriel Rodriguez Orcajo, Eliana Cristina Bär, Bruno Longo,
Danielle Cascaes, Ana Cristina Schmidt, Jean Rocha,
Ana Lucia Kroeff Vieira, Jeanini Caminha,
Dornelles,Sonia Dutra,Raquel Chaves,André Petrosky,
Tayla Rocha,Cenira.dos Anjos,Raquel Chaves

Contra Regra e Apoio: Edileusa Berns, Daniel Goularte,Marino Mondehen

Figurino: Lou Hamad
Confecção dos alunos apoio na execução alunas Jeane Silva Siqueira,Grace Koerner e Marina Marques.

Iluminação:Lucia Amante( operadora)
Sonoplatia :Mariana Lapolli, e OPT

Professores; Alexandre Passos, Lou Hamad, Sergio Bessa, Carmen F.
Secretaria da OPT: Muriel Martins, atriz GPTN
Produção: GRupo Pesquisa Teatro Novo/UFSC
Fotografia: Sérgio Bessa
Direção: Carmen Fossari














momento do juramento: não deixarei nehum homem, seja amante ou marido, chegar perto de mim, ficarei em casa sem homem...até que eles resolvam votar em favor da Paz...(Aristófanes in Lisistrata)






































Conciliação... enfim a Paz








LISÍSTRATA OU A GREVE DO SEXO
Ufa..tudo deu certoooooooooo!!!


LISÍSTRATA OU A GREVE DO SEXO

DE ARISTÓFANES

8 comentários:

joão m. jacinto & poemas disse...

Bela reportagem fotográfica!
O teatro, os seus magníficos actores, cenógrafo, figurinistas…, e a sua magistral directora. Uma combinação feliz!
A arte trabalha-se e foi de certo com muito o esforço e dedicação, que puseram em cena essa bela peça.


Parabéns!

bj,

joão m. jacinto

CARMEN L. FOSSARI disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
CARMEN L. FOSSARI disse...

Agradeço a generosidade que dedica ao ato teatral e toda equipe que cria este universo.
Complexo o mundo das palavras a presença delas pode ser poesia e as vezes a ausencia delas fere tanto como uma lamina fina qua faz jorrar sangue e tristeza, este também o universo do teatro entre a comédia e a tragédia, como a vida.
Obrigada JMJ, poeta e astrólogo por ter registrado sua gentil visita ao Armaxém

c.

7:48:00 AM

Borges de Garuva disse...

Carmen, este relato visual da leitura de Lisístrata me deu grande saudade. Sabias que montei esta peça em 1985/6 com 38 atores em cena? Foi um furacão! Era um experimento com estudantes aqui da nossa Faculdade de Educação, envolvendo atores dos meus antigos grupos Matinada e Não-Amassa-esse-Pão-de-Ló.
A OPT com certeza está despertando em muita gente o gosto pelo teatro e abrindo possibilidades para novos atores e atrizes.

Em tempo: teu blog tá um doce poético-visual!

Beijão.
BG

CARMEN L. FOSSARI disse...

Borges

Querido Amigo, colega de palcos tantos sempre apreciados embora nunca tenhamos compartido a mesma cena, obrigada por vires ao Armazém. Teria certamente gostado de tua Lisitratata, ainda me recordo do vigor de NÃO AMASSA ESSE PÃO DE LÓ, creio um dos mais viscerais grupos teatrais que por aqui existiram e resitiram a ditadura... ao meio de uma cidade que a época só pensava em produzir o capital...

Abraço e até breve, Silvio Borges, grande Dramaturgo e Diretor da cena catarina.

beijm

carmen

alves12br disse...

Olá carmencita, Creio que o tempo nos modifica externamente, mas o interior, a essência permanece, perdura, foi um prazer encontrar o Teu Blog, e matar as saudades mesmo que de longe, dos palcos e de nosso amado Teatro Catarinense,
Amei ver fotos de Lisistrata, e me lembrei dos festivais que compartilhamos, e o quanto nos divertiamos brincando de viver!

Ainda vivo em Joinville, mas o Teatro para mim, somente da platéia, no meu acervo pessoal, e na imensa saudade que carrego em meu coração. Nada se compara a energia viva de estar no Palco.

Continue minha linda, sempre,

Com todo meu amor e muita, muita saudade.

Gilberto Galdino

CARMEN FOSSARI disse...

GILBERTO GALDINO!!!!
SAUDADESSSSSSSSSSSSSSSSS
ALEGRIA LER TEU COMENTÁRIO,NOSSA O QUE VIVEMOS NAS ESTRADAS TEATRAIS E FESTIVASI FORAM ANOS DE MUITA ALEGRIA E CRIAÇÃO, E LUTA.. PENA QUE NãO ESTEJAS MAIS NESTE UNVERSO TÃO MÁGICO DO TEATRO..MAS SEMPRE É TEMPO PARA RETORNARES... E SE NAO, QUE ESTEJAS FELIZ E TALENTOSO NA AREA EM QUE ESTIVERES A ATUAR..
SE VIERES A ILHA DÁ UM TOQUE... BJS

alves12br disse...

Valeu minha querida, hà tempos atrás estava constantemente em Floripa e te procurei no Ceart da Udesc (onde trabalho) mas vc não estava mais lá, apenas o pessoal sabia quem era a filha do Domingos Fossari, nos últimos 3 anos tenho cuidado de minha saúde física e mental e estou afastado da instituição para tratamento de Leucemia, a ultima vez que estive em Floripa foi no Reveillon de 2008
Qualquer hora apareço.