terça-feira, novembro 20, 2007

Prêmio -Escritores da Liberdade


JOÃO JACINTO O PREMIADO POETA , EM DEZEMBRO, 15 DE 2006.LANÇAMENTO LIVRO RE CANTOS DA LUA (MAGNA EDITORA, LISBOA)

IGREJA MATRIZ DE MONTIJO,CIDADE ONDE NASCEU O POETA

TEXTO EXTRAÍDO DO BLOG DO POETA JOÃO JACINTO .

Prémio -Escritores da Liberdade
Entre muitas manifestações de amizade e de carinho, que ao longo do tempo, aqui tenho recebido, tive a agradável surpresa de me ser concedido um prémio, como blogueiro e escritor; Escritores da Liberdade.

O prémio foi-me atribuído por Juscelino Santos (Juca), também, anteriormente nomeado “Escritor da Liberdade” , autor do blog Lavanderia Virtual (http://lavanderiavirtual.blogspot.com)
e foi inicialmente criado e publicado no blog Bâton cor-de-rosa
(http://batomcorderosa.blogspot.com), com a finalidade de distinguir e incentivar todos os que escrevem e partilham seus sentimentos, opiniões...

O prémio tem um simbolismo, que o transcende e reflecte não só o reconhecimento a quem escreve, como também o generoso incentivo de quem o criou e de quem o atribui.
De certo, outros como eu, precisam de ter esse reconhecimento e estímulo.
Irei passar o testemunho e procurarei ser isento e justo na minha escolha, de forma a respeitar quem o imaginou, a dignificar os que o receberam e a acentuar a credibilidade dos valores da LIBERDADE.



É para mim uma honra receber o prémio
Escritores da Liberdade!

Agradecido e feliz!


Abraços poema,

joão jacinto

COMENTÁRIO QUE DEIXEI AO BLOG DO POETA
JOÃOOOOOOOOOOOOOOOO!!! LAUREADO..TODOS OS LOUROS POIS...


Gosto dos Prêmios, quando nascidos mais além da competição.
Como neste caso, eles , os Prêmios,revelam uma escolha feita por atentos olhos que ao mar de BLOGS e POESIAS,se destacam na unicidade da obra.
E são escolhidos, no ato
de saberem a obra poética postada a reverberar relevantes pressupostos éticos e estéticos.
A bela imagem metáfora da imagem,a Chave aquilata a importância do feito:PRÊMIO
ESCRITORES DA LIBERDADE .
Rápido olho tua lavra de memória:
e se te dizes um fotógrafo de fatos, dirte-ei,um ourives das filigranas que compõem as complexidades do ser, em relação a si, ao outro e na sociologia do coletivo.
Em toda tua obra há sempre o olhar que não silencia os mudos, os que sem fala de voz a ser escutada, encontram a voz que nasce de teu arguto olhar, mas que antes passa por tuas veias de carinho e indignação dos destinos
humanos,teu coração fala esta voz que depois da indiganação ,ainda permite o verso.O verso do mundo reverso ,mas cujos humanos mapas
só a consciencia plena poderá alterar os traçados.

Infinitamente FELIZ,por si, por tua poesia , pela LIBERDADE HUMANA, onde são semeados os mais belos sonhos.

E...
Menino do Montijo...YOU ARE THE BEST...
PARABÉNSSSSSSSSSS !!!!

bjs

carmen


5 comentários:

joão jacinto & poemas disse...

COMENTÁRIO RESPOSTA AO POSTADO POR CARMEN FOSSARI, NO MEU BLOG.


Equivocado

Brinco com a seriedade,
quando me apetece chorar
e escondo meu carpido
da felicidade que me espreita.
Nem sempre sei de mim
o que se revela
e entretenho-me no tempo
na esperança de alcançar-me.
Desmonto o pensamento,
procurando
pelos atalhos dos enganos
as fugas ao próprio olhar
e dou por mim de frente
fingindo a coragem;
equivocado.

joão jacinto


Carmen

É sempre bom receber um prémio!
E como disse, nascido além da competição, ainda é mais apetecível.
Como eu mencionei no comentário anterior, este prémio tem o sabor da amizade.
Neste meu mundo de poesia, tenho encontrado pessoas muito interessantes, amigas e que me têm demonstrado apreço e admiração pelos textos que escrevo, também, no blog...

Dedico este prémio a Carmen Fossari.

Grato pela amizade e por toda a força que sempre me deu.

joão jacinto

carmen fossari disse...

Uma vez vc disse para que não
lhe agradecesse,então não vou lhe agradecer por ter me dedicado este PrÊMIO ESCRITOR DA LIBERDADE,e se não agradeço,digo alguns dos motivos:
estou a beira de um precipício, onde não me cabe a voz, nem o olhar, há um frio gélido, mas sinto que ao mesmo tempo me toca a beira de meu ser,um enxame de palavras ,zunindo mel, e elas me dão de empréstimo asas,para que ao precipício não me dilacere
deste indescritível sentimento de alegria por vossa poesia.
Olho ao outro lado , e vejo a esquina do mundo,dalí encontro uma névoa , e desce uma garoa , umedeço minha alma, mas a água é feita de sílabas, e balbucio
rouca também tomada de susto,
estendo as mãos e percorro
uma inatingível porta,está aberta,atravesso , alí, a escrever está o MENINO DO MONTIJO.
econtro-o a cuidar de uma floresta de árvores e verdes,
enigmáticas espécies de árvores com frutos Palavras.
Uma floresta de palavras , ele plantou-as e colhe-as, na primavera humana,no inverno da dor, na angustia do outono,nos sonhos da primavera, enquanto a lua cheia se engravida de humanidades umas vãs, outras , belas, outras infinitas.

E eu que plantara somente
uma árvore de copa vermelha , frutos verdes, raízes subáquaticas ,adentro na floresta e me aproximo desta árvore que de minhas mãos outras não plantadas e alí colho o fruto , tomo-o e para as tuas mãos, coração repasso.

POETA , LAUREADO ESCRITOR DA LIBERDADE ainda cercada da imensa floresta
de tuas árvores palavras, palavras tuas, te entrego aquele fruto de palavra feita, cheia de sementes a madurar que te entrego: OBRIGADA!
E já outra semente , ecoa o fruto .
OBRIGADAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

bjs

Carmen

joão jacinto & poemas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
joão jacinto & poemas disse...

Carmen

Deve arranjar-se sempre motivos, para que se façam festas!
Este prémio, é um bom motivo à festa da poesia e da amizade!

O prémio é o motivo,
a poesia e a amizade são o prémio!


Tudo de bom para si!
Bj,
jj

joão jacinto & poemas disse...

Prémio Escritores da Liberdade




Dia chuvoso e véspera de feriado municipal, o que eu faço? Filmes!
E hoje eu assisti um em especial, que eu não dava nada de início, julguei pela capa, coisa que normalmente não faço.
"Escritores da Liberdade", resumo oficial:
Quando vai parar numa escola corrompida pela violência e tensão racial, a professora Erin Gruwell combate um sistema deficiente, lutando para que a sala de aula faça uma diferença na vida dos estudantes. Agora, contando suas próprias histórias, e ouvindo as dos outros, uma turma de adolescentes supostamente indomáveis vai descobrir o poder da tolerância, recuperar suas vidas desfeitas e mudar seu mundo.
Lendo assim parece mais um drama, não? Mas esse filme lembrou-me muito Sociedade dos Poetas Mortos. Ambos passam mensagens ótimas. Durante e depois de serem assistidos. Realmente um maravilhoso filme. E cá estou eu para criar um prêmio aos blogueiros... Prêmio cuja explicação está logo abaixo.

Todos temos blogs pelo fato de gostarmos de escrever. Por prazer, profissionalismo, ou qualquer motivo pessoal.
E a maioria gosta de escrever para liberar algum sentimento profundo, seja ele bom ou ruim. Escreve para se encontrar, para analisar a situação depois de algum tempo, ou naquela mesma hora, e também por essa paixão de pôr tudo no "papel".
E estou chamando esses blogueiros de Escritores da própria liberdade.
Escritores sim, mesmo que amadores, que escrevem suas emoções, que não guardam tudo para si. Que compartilham tudo com pessoas muitas vezes estranhas (entre as conhecidas)... Escritores que admiro muito, por vários motivos, que se destacam de um jeito único, para cada uma das pessoas que os conhecem. Blogueiros que publicam a sua liberdade de expressão.
Estou passando esse selo para 5 blogs que leio muito, que gosto muito.
E isso não significa que eu desconsidere os outros.
Vocês conhecem o "sistema". Passe adiante para outros 5 blogs amigos, copiem esse texto se quiserem, parabéns, escritores da Liberdade! =)
1 - Meias Palavras
2 - Meu retrato
3 - Surto Psicossomático
4 - Tão Diferente
5 - Uma Menina

Até a próxima! :)

(Texto copiado do blog Batôn cor-de-rosa)
http://batomcorderosa.blogspot.com/2007/10/blogueiros-da-liberdade.html
Como premiado, cabe-me agora seleccionar 5 blogs e atribuir-lhes o prémio.
Os Blogs por mim escolhidos são:

Armazém da palavra
http://carmenfossari-armazemdapalavra.blogspot.com
Meu encanto
http://omundodedoloresquintaojardim.blogspot.com
Fernanda & Poemas
http://fernananda55.blogspot.com
Pena & Poesia
http://penapoesiaporluizdeaquino.blogspot.com
Preciso Viver
http://precisoviver.blog.dada.net/reciso viver


Parabéns!
Abraços poema,

João jacinto