segunda-feira, junho 18, 2007

UM DIA O DIA SONHOU SER NOITE

UM DIA O DIA SONHOU SER NOITE
Carmen Lúcia Fossari



A NOITE, SEGUROU A BARRA DA SAIA
DA MANHÃ MULHER
QUE DEBRUÇADA AO MURO
LAMENTAVA SUA SINA
PRA VIZINHA.

ELA MESMA EM OUTRA SENDO
DAS FAINAS DIÁRIAS CASA ADENTRO.
QUIZERA NO SONHO BREVE DE UMA NOITE
SER A OUTRA, ELA MESMA SEM AGRURAS.
DIA A DIA, O DIA O MESMO DIA.

NA NOITE, DEBRUÇADA, SOBRE O MURO,
ESPIOU A NOITE. FORA DO SEU QUINTAL.
ELA VIU A NOITE EM PIRILAMPOS E ESTRELAS .
PROMETEU AO DESEJO AFLORADO
QUERER SER NOITE E DIA, NA AMPLIDÃO.

SAIR A CAMINHAR NA NOITE ÍNGRIME
ERA TUDO QUE O DIA PRETENDIA.
ATÉ HOJE SE ENCONTRA SENDO ELA
A OUTRA A REPETIR EM NOITE SENDO
MESMO SABENDO NÃO A SER..
O DIA QUE EM PERTENÇA DE NASCENÇA
E CADA DIA AMANHECE
EM SENDO CLARO.
A FAINA DO DIA A DIA É TÃO DIFÍCIL!

MAS A NOITE EM ENCANTOS SE FASCINA
A VIDA ,O SONHO DE AMOR ADORMECIDO
NA LUA DE TONS E SOMBRAS EM VOLTEIOS
NO ABRAÇAR DAS ESTRELAS EM CADENCIA
NO QUE OS MISTÉRIOS PODEM REVELAR
VELANDO SONHOS.
NA BEIRA DA SAIA DA MANHÃ
ONDE O SONHO UM DIA AMANHECE
ESPIANDO A NOITE EM PASSOS TÍMIDOS
AFASTAR-SE ANTE SEU DIA QUE AMANHECE.

4 comentários:

carmen fossari disse...

Este poema um pouco maroto, dedico

ao Menino de Montijo, que tem um humor maravilhoso.

bj

carmen

Anônimo disse...

Maroto de trocadilhos, mas fascinante!
A imaginação e o bom humor se fazem poesia!

Parabéns e agradecido estou pela dedicatória.

bj,

joão jacinto

carmen fossari disse...

Uma honra a presença de tão ímpar pessoa, mas acabo de ficar em dúvida se ímpar pessoa, ou se par pessoa .
Se, par ser, seria,mais que os números,de duplos e matemáticos pares.Poderia rimar ao vértice , do anoitecer o dia e a noite em poesia.
Então o ímpar é tão impar, que ao Armazém se deseja
que o seja ímpar e par,que a um Poeta, deste naipe, não condiz rotulações, apenas seguir suas rotas de palavras e encantamentos

Gracias Señor.

Carmen

Anônimo disse...

O poeta é par e ímpar,
depende dos dias
pares e ímpares,
mas nunca coincidente
com a matemática do mês.
O sorteio dos números
pares ou impar
é cantado pela manhã,
dependendo se a noite
foi par
ou ímpar.

Bj,

joão jacinto