quinta-feira, maio 24, 2007

UM POEMA ALEGRE

.

UM POEMA ALEGRE

carmenluciafossari

UM POEMA DE SOL
DE CIRANDA CANTADA
DE FLORES NO CAMPO
DE SONATA PRIMAVERL

DO MAR BORBULHANDO
ESPUMAS
LEVES ESPUMAS
QUE ME LEVAM E TRAZEM
AO LEITO DO RIO
E EU,RIO DA MAGIA
DE ENCONTRAR RECADOS TEUS
ABAIXO DA LINHA DO EQUADOR
SEM DORES CANTADAS
SEM O RIO DA DISTANCIA
APENAS O MOMENTO BREVE
ETERNO DE SABER-TE UNO
E JÁ ESTOU OUTRA VEZ
A SEGURAR UM CORDÃO
PRÁ ENFEITAR MINHA FESTA
DE ESTRELAS E PONTAS DE LUZ
QUE NASCEM EM MEU CORAÇÃO.

Ilha 24 de Maio MMVII


.

7 comentários:

carmen fossari disse...

ao Menino do Montijo
bj

carmen

joão jacinto & poemas disse...

E na festa da vida,
corre-se pela alegria
agarrando balões aos molhos,
que nos querem elevar aos céus,
para se sejamos pássaros
recortados de núvens,
avermelhados pelo pousar do Sol,
enfeitados de arco-íris em esperança
num prenúncio de eterna Primavera.

Bom fds!

bj,

jj

carmen fossari disse...

Pássaros recortados de nuvens
avermelads pelo pousar do sol

Que versos...Meus deuses, como são belos. O Armazém
exala perfume de rosas e flores de campo, numa primavera nascida

nos versos do Menino do Montijo.


bj

cl


.

Ruben disse...

olá, é um prazer enorme ter anúnciado o meu concerto no seu blog.
Muito Obrigado
Bjs
Ruben Marques Jacinto

carmen fossari disse...

Olá Ruben
Hoje entrei no blog com uma suave musica sonando , é ainda a sua presença, musical presença .
A sua arte de instrumentista,se expande ,mesmo sendo ainda tão jovem, que estes concertos comprovam a excelência de sua arte.

Alegria poder postar ,que sejam muitos ,atravessando todas as geografias , que a musica é eterna e universal.

Parabéns.
bjs

Carmen

Domphilos disse...

Cara Carmen
Precisamos por vezes de vozes exteriores que nos alegrem por momentos, infímos até, para que a vida seja menos pesada...
Foi por acaso que procurei o seu blog, foi o tédio que me trouxe mas é a alegria que me devolve de volta a Portugal... Muito obrigado e muito obrigado pelo livro e as palavras que o acompanhavam, mas é muito bom a comunidade de pensamento que aquele momento proporcionou...
Um bem haja...

carmen fossari disse...

Domphilos,
Sua visita ao Armazém, considero
um feito de extremada generosidade, que sua mente inquieta e reflexiva, se debruce sobre alguns versos aqui postados. E há quem não creia na humanidade...
Vossa visita traz alegria do pensamento d arte sem fronteiras nem geografias ,Evoé,obrigada.
Carmen