quarta-feira, dezembro 27, 2006

POEMA DE JOÃO JACINTO ano findo.....

Mais um Natal!
E o Novo Ano aproxima-se.
Como se tudo se iniciasse e tivéssemos a capacidade de renovação, esquecendo tudo o resto, o velho.
São sempre o sonho, o guia, a esperança, a luz, a vontade, a força…, apoios para sermos capazes de continuar sem desistir, pelo caminho que não sabe onde irá dar. Seremos nós a desenhá-lo, até um dia.
Aprendemos no contraste e crescemos nos diálogos, seremos mestres nos erros que detectamos e no querer que corrigimos. Continuaremos errantes à nossa procura, porque todos os dias nos encontramos. E serão sempre diferentes estes nossos encontros com a vida.

Obra do Póeta, no blog; http://joaojacintopoemas.blogspot.com/

O LIVRO DO AUTOR JOÃO JACINTO RECANTOS DA LUA

PODE SER ADQUIRIDO EM LISBOA OU O SITE A SABER:


Re)cantos da Lua à venda nos seguintes locais:


Livraria Arco-Íris
Centro-Comercial Arco-Íris

Av. Júlio Dinis, 6A/D, lojas 31 a 35, Campo Pequeno 1069-215 Lisboa Telefone (+ 351) 21 794 2005Telefax (+351) 21 793 0554

Livraria Apolo70
Centro Comercial Apolo 70

Av. Júlio Dinis, 10A - Loja 26/27, Campo Pequeno 1069-216 Lisboa Tel. 351 21 7968826 Fax. 351 21 7965916

loja virtual
www.livapolo.pt


El Corte Inglés
Av. António Augusto Aguiar, n.º 311069-413Tel.: 707 211 711
www.elcorteingles.pt


Livraria Letra + Picoas
(junto ao Picoas Plaza)

Livraria Portugal
Rua do Carmo, n.º 70Chiado, 1200-094 LisboaTel.: 21 347 49 82/3/4/5
www.livrariaportugal.pt


Livraria Sá da Costa
Rua Garret, n.º 100 a 102Chiado, LisboaTel.: 21 346 07 02

Magnólia Caffé
Campo Pequeno, 2A1000-078 Lisboa Tel. 217 959 852
www.magnoliacaffe.com

Livros de Portugal
Livraria Virtual

loja virtual
www.livrosdeportugal.com.pt


Livraria Barata
Av. de Roma e Campo de Ourique


Magna Editora
http://magna-editora.com/contacte-nos.htm

2 comentários:

joão jacinto & poemas disse...

Este texto foi escrito e dirigido a uma grande amiga, Carmen Fossari.
Carmen, estou feliz e agradecido por ser parte do sorriso de dois mil e seis

Feliz Dois Mil e Sete!

joão jacinto

carmen fossari disse...

João

Sou-lhe grata porque sua poesia
toca meu ser, meu facetado ser de procuras de Eus.O ano de 2006 foi dadivoso ,deu-me uma fonte inesgotável de inspiração, toda vez que toquei e bebi nesta água de teus seres .
Estes dias , aquela fonte, está a hibernar em pleno verão, mas sei que em 2007 estará novamente a jorrar palavras.
Ano 7
verei os olhos que sei mas não vejo,eu vi,e, as aguas todas correrão ao mar.